O RESGATE
Ligi@Tomarchio
®



Espectro de luz
incógnito
resgata alma doente.

Demência e fragilidade
destruíram seus sonhos.

Escuridão...

Rompeu vida vazia
seqüestrada pela sorte.

Não paguei o resgate.

Agonia,
dias, horas, minutos...
Longa caminhada
mágica diária.

Anjo irrompe névoa densa
ilumina tímpanos cegos
acaso precisasse assustar
âmago a vagar
pelos ecos do umbral.

Asas de ternura
acolhem o espírito perdido
o poeta só não sabe
até quando permanecerá:
a paz que se fez
a "Luz"
a cruz enterrada
a vida florescida
o "Anjo".


SP/27/01/2005/16:39

 

 

Música: Luna, by Era

 

 

Voltar Menu

 

Editado por Ligi@Tomarchio®