NO BALANÇAR DAS PALMEIRAS
Ligi@Tomarchio®

No balançar das palmeiras
esquecidos sonhos
embalam corpos amantes
agora, exaustos.

Tempos idos, contam histórias
memórias de tolos enamorados
distantes por seus desentendimentos
agora, despedem-se para sempre.

Frutos do amor nasceram
pequeninos sonhos terão
resta saber se a saudade
do aconchego dos pais
ficará no balançar das palmeiras...

 

 

  Música: Tristeza e Separação, by Astor Piazzolla

 

 

Voltar Menu