MÃE
Ligi@Tomarchio®

 


O que és senão um anjo enviado por Deus para habitar a Terra.
Apenas um anjo como tu poderias suportar tais dores do parto.
Poderias dar o sustento de um recém nascido
O amor que preenche todos espaços entre tu e teu filho.
OH! Mãe bendita, que a vós não dão o valor real.
Vives magoada, mas perdoas!
Choras baixinho para que não te vejam.
O coração palpita e chora quando teu filho adoece.
E o reconhecimento nunca vem, nem virá...
Talvez quando voltares ao Pai, junto dos outros anjos, encontres a paz!

 

 

 

Música: Le Lac de Come, de Madame G. Galos

 

 

 

 

Voltar Menu