"Lacrimosa"
Ligi@Tomarchio®



Quando sua angústia insistia em virar lembrança, largou o corpo sofrido, repleto de cicatrizes ancestrais, na poltrona preferida.
Confusa ainda, escutava o "Réquiem" de Mozart, no seu "CD Player". Não era egoísta, emprestava o som a todos...
"Lacrimosa"...
Calma, entrega sua alma em soluços, lágrimas e súplicas... Num átimo, qual pássaro exausta, pousa na janela. Esquece sua natureza... Aquela distância que a separava do solo não mais há... Asas quebradas, angústia morta...


 

 

Música: Lacrimosa, do Réquiem de Mozart

 

 

 

 

Voltar Menu