INVERNO NO CORAÇÃO
Ligi@Tomarchio®

 


Hibernar de idéias
sob neve azulada 
revoada de pensamentos 
calados desejos 
carência de luz
amortecendo momentos 
de lenta sofreguidão.

Viver exausto
amanhecer calado
crepúsculo opaco
negra noite congelada
de entrega ao desalento
dos ventos...

Continente branco
transparência incômoda
a alma vê a morte doce
dos verdes campos do paraíso.

Revoada de anjos devotados 
pássaros do céu 
proteção dos deuses.

Pretensão do poeta
em despertar as idéias
adormecidas no tempo
qual ungüento
para cicatrizes
marcas do viver...

Insanos desejos, cortejos fúnebres
altares floridos e flamejantes
luzes oscilando ao vento...


 

 

Música: angel.mid

 

 

 

 

Voltar Menu