"CIRANDA "DEIXAR A VIDA FLUIR"

*Português/Espanhol*



AUTORES:

Eda Carneiro da Rocha
Thais S. Francisco
Ligia Tormachio®
Theca Angel
Marcial Salaverry
Zelisa Camargo




DEIXA A VIDA FLUIR!...
Eda Carneiro da Rocha

Solta tudo que tens preso em tua alma,
em teu corpo.
Deixa a vida fluir...
Não prendas teu pensamento,
muito menos
o que sentes!..
Ao som desta canção, deixa a vida fluir!..
Fluí com ela, dança, bate palmas,
mas não deixes nunca teu amor ir embora!

Ah! Isso não!
Se o deixares, ele não volta mais...
Sairá pela estrada, louco,
procurando outros amores
que não o teu,
pois não o deixaste fluir!

E esse amor não é subordinado!
Só respeita um outro amor,
arraigado as suas entranhas,
a sua vida, a sua respiração,
ao seu medo, a sua liberdade
tão preciosa que ele só a deixa por ti
mas não como queres!..
Simplesmente
deixando a vida fluir!

Eda Carneiro da Rocha




DEIXE A VIDA FLUIR...
Thais S. Francisco

Solte as amarras que te prendem...
Solte a mordaça que te fazem muda..
Abra teu coração.. e deixe a vida fluir..
De forma caudalosa ...

Não há tempo marcado pra se viver..
Nem mesmo para se Amar..
Cabelos brancos ou não..
Corpo sarado ou vivido..
Deixe a vida fluir..

Apaixone-se..
Encontre teu momento..
Ame.. entregue teu amor a quem o mereça..
Receba o amor de quem te quer bem..
Deixe a vida fluir.. Curtindo cada momento vivido..

Eu..
Deixo agora minha vida fluir.. Amo..
Encontrei meu momento..
Respeito teu Amor..
Cuido do teu Amor.. Quero teu Amor..
Simplesmente deixo a vida fluir...
Me levando até você, meu doce Amor!!

Thais S. Francisco



 

FLUIR
Ligia Tormachio® 
Rodopiando por espaços
solenes compassadas cores
sem tons,
dissonância arrogante.

Rumos ausentes
fluem do átomo
relato incansável
repetitivo, criador.

Amor repentino
eloqüente
morno, louco
perfumada ousadia.

Florestas deusas
trazem ao interior
de si para si
plenitude e dor.
Ligi@Tomarchio®
 
 
FLUIR DA VIDA...
Theca Angel
Deixar a vida fluir
Dom que não possuo
Não consigo atrasar o passo
Não acelero, se o fizer,
Gero descompasso
Não mudo o ritmo...
A vida é por ela mesma dirigida
Tendo Deus por meta e medida
ELE não me permitiu ter o freio 
Também não me deu instrumento
Para fazê-la acelerar
Minha missão é bem viver
Saber entre as oferendas, escolher
Deixo que a vida  faça o resto
É sua a força para seguir
É sua a sina de fluir!

Theca Angel
 


VOLTAR A VIVER
Marcial Salaverry

Quantas histórias iguais conheço...
De casais que viveram seu grande amor...
Felizes a mais não poder no começo,
Sempre juntos... sem briga... sem dor.
Uma vida inteira de amor e carinho...
De repente... uma fatalidade.. . Ela se vai
Ei-lo triste, sozinho...
Sua vida também se esvai.
De repente, descobre que continua vivo...
Ainda é um homem ativo.
Ela não gostaria de vê-lo cabisbaixo,
Triste, com a alegria lá embaixo...
Contudo... viver como? Sem a companheira
Que esteve a seu lado a vida inteira...
Em um passeio solitário... cruza caminho
Com alguém que também está sozinho...
Olham-se... entendem-se...
Sentem que na vida não se pode entregar...
Sempre é tempo de se recomeçar...
Descobrem que a vida,
Ainda pode ser vivida...
Sempre se pode na vida recomeçar...
Recomeçar a viver... recomeçar a amar...


Marcial Salaverry




MEU GRANDE E AMADO POETA
Zelisa, a Loba do Cerrado

Recomeçar faz parte do viver
do dia a dia
ao som dessa música que não resisto
pois lembra o meu eterno renascer,
o recomeçar a cada amanhecer
dançando como uma grega
zorbando ao som das guitarras
levando meus desamores...
dos amores desencontrados
dos amores que perdemos
nas caladas das madrugadas
onde as verdades são descobertas
e a face real se estampa revelando
os amores que pensávamos serem reais
mas não passaram de uma ilusão desse
mundo virtual em teu lado negativo.
Recomeçar é a maior gloria do universo
e feliz é aquele que pode recomeçar a
cada respirar... a cada suavidade que toda
musica traz por mais intensa que seja como
esse momento sagrado e divino onde as
nossas mãos se unem e nossos pés
cadenciados dançam no calado,
no silêncio do viver.
Zorba é um dos hinos de minha vida,
pois sempre é nessa cadencia
que levo o meu viver e ser....
Ah! Meu Grande Poeta hoje você mexeu
em minhas raízes profundas
e não posso calar e nem parar o sangue
que corre em veias a dançar
essa eterna canção
com todo meu carinho e admiração.

Zelisa , a "Loba do Cerrado" ...
que também tem o sangue de Zorba nas veias.



          


*TRADUÇÃO PARA O ESPANHOL POR BETTY*

"CIRANDA "DEJAR LA VIDA FLUIR"
 
AUTORES:
Eda Carneiro da Rocha
Thais S Francisco
Ligia Tormachio
Theca Angel
Marcial Salaverry
Zelisa Camargo
 
 
 
DEJA LA VIDA FLUIR!...
Eda Carneiro da Rocha

Suelta todo lo que tienes preso en tu alma,
en tu cuerpo.
Deja la vida fluir...
No alejes tu pensamiento,
mucho menos
lo que sientes!..
Al som de esta canción, deja la vida fluir!..
Fluí con ella, danza, bate palmas,
mas no dejes nunca  amor ir tu lejos!

Ah! eso no!
Si lo dejares, el no regresará mas...
Saldrá por la entrada, loco,
procurando otros amores
que no el tuyo,
pues no  lo dejaste  fluir!

Y ese amor no es subordinado!
Sólo respeta  otro amor,
arraigado a sus entrañas,
a su vida, a su respiración,
a su miedo, a su libertad
tan preciosa que el sólo la deja por ti
mas no como quieres!..
Simplemente
dejando la vida fluir!

Eda Carneiro da Rocha
 
 

DEJE LA VIDA FLUIR...
Thais S Francisco

Suelte las amarras que te prenden...
Suelte la mordaza que te hacen muda..
Abre tu corazón.. y deje la vida fluir..
De forma caudalosa .

No hay tiempo marcado para  vivirse..
Ni tampoco para  Amarse..
Cabellos blancos o no..
Cuerpo salado o vivido..
Deje la vida fluir..

Apasionate..
Encuentra tu momento..
Ama.. entrega tu amor a quien lo merezca..
Recibe el amor de quien te quiere bien..
Deje la vida fluir.. Curtiendo cada momento vivido..

Yo..
Dejo ahora mi vida fluir.. Amo..
Encontré mi momento..
Respeto tu Amor..
Cuido del  Amor tuyo.. Quiero tu Amor..
Simplemente dejo la vida fluir...
Me levando hasta ti, mi dulce Amor!!

Thais S Francisco
 
 
 
 
FLUIR
Ligi@Tormachio®
 
Rodando por espacios
solemnes compasados colores
sin tonos,
disonancia arrogante.

Rumbos ausentes
fluyen del átomo
relato incansable
repetitivo, creador.

Amor repentino
elocuente
morno, loco
perfumada ousadia.

Florestas diosas
traen al interior
de si para si
plenitud y dolor.
Ligi@Tomarchio®
 
 
FLUIR DE LA VIDA...
Theca Angel
Dejar la vida fluir
Don que no poseo
No consigo atrasar el paso
No acelero, se lo hiciere,
Genero descompaso
No cambio el ritmo...
La vida es por ella mesma dirigida
Teniendo a Dios por meta y medida
EL no me permitió tener el frío 
Tampoco no me dio instrumento
Para hacerla acelerar
Mi misión es  vivir bien
Saber entre las ofrendas, escoger
Dejo que la vida  haga el resto
Es suya la fuerza para seguir
Es suya la señal de fluir!

Theca Angel
 
 
VOLVER A VIVIR   
Marcial Salaverry
Cuántas historias iguales conozco...
De parejas que vivieron su gran amor...
Felices a mas no poder en el comienzo
Sempre juntos... sin briga... sin dolor.
Uma vida entera de amor y cariño...
De repente... una fatalidad.. . Ella se va
El allí triste, solitario...
Su vida también se evade.
De repente, descubre que continua vivo...
Aún es un hombre activo.
Ella no gustaría de verlo cabizbajo,
Triste, con la alegria allá abajo...
Con todo... vivir como? Sin la compañera
Que estuvo a su lado la vida entera...
En un paseo solitario... se cruza en el camino
Con alguien que también está solitario...
Se miran... se entienden ...
Sienten que  la vida no se puede entregar...
Siempre es tiempo de  recomenzar...
Descubren que la vida,
Aún puede ser vivida...
Siempre se puede en la vida recomenzar...
Recomenzar a vivir... recomenzar a amar...
Marcial Salaverry
 
MI GRANDE Y AMADO POETA 
Zelisa , a Loba do Cerrado 
 
Recomenzar es parte del vivir
del dia a dia
al son de esa música que no resisto
pues me  recuerda a mi eterno renacer,
el recomenzar a cada amanecer
danzando como una griega
zorbando al son de las guitarras
llevando mis desamores...
de los amores desencontrados
de los amores que perdemos
en las caladas de las madrugadas
donde las verdades son descubiertas
y la cara real se estampa revelando
los amores que pensábamos serían reales
mas no pasaron de una ilusión de ese 
mundo virtual en tu lado negativo.
Recomenzar es la mayor gloria del universo
y feliz es aquel que puede recomenzar en
cada respirar... en cada suavidad que toda 
musica  trae por mas intensa que sea como 
ese momento sagrado y divino donde las 
 manos  nuestras se unen y nuestros pies 
cadenciados danzan en el callado, 
en el silencio del vivir.
Zorba es uno de los himnos de mi vida,
pues siempre es en esa cadencia 
que llevo el mío vivir y ser....
Ah! Mi Gran Poeta hoy tu meciste 
en mis raíces profundas
y no puedo callar y tampoco parar al sangre 
que corre en mis venas al danzar 
esa eterna canción
con todo mi cariño y admiración
 
Zelisa , a loba do cerrado ... 
que também tem o sangue de Zorba nas veias.



 
  *PARABENS! 
MEUS QUERIDOS POETAS...AMIGOS...
 COM MEU CARINHO
 COM MEU CORAÇÃO
 MUITOS BEIJOS! 
 BETTY
bettyg@arnet.com.ar
 
 
Música: Libertango
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar Menu