Maria José Caminhada Frota

 Beneficiada pela Natureza em minha Infância.

Acredito que a convivência com a natureza
Incentivou em muito, meu lado poético e simples
Relacionado à vida pacata e muito bela do interior...
Surgindo "à posteriore", imensa vontade de colocar no papel
Meus sentimentos, timidamente engavetados.

Casei-me em 1961 com o amor que sonhava e o destino
Caprichosamente já havia me reservado, presenteando-me
Na hora certa , e como privilégio tornar-me uma mamãe
Querida de três filhas e conseqüentemente hoje
Ser avó de seis lindos netos.

Sempre apreciei a leitura, contudo esperei um pouco
Dando tempo ao tempo, onde
Por longo período direcionei meus caminhos
como esposa e mãe
Dedicados exclusivos a minha Família.

Doação Permitida e Sofrida...

* Em 2000 ...Meu marido voltou aos braços de Deus *


Sentimentos Renovados...

Excessivamente romântica não pude resistir à viuvez,
Encontrando por acaso em 2002 nos papos da Internet
Meu segundo marido, meu amigo muito querido e especial...
Escritor, viúvo também ,onde falávamos o mesmo linguajar.
Durante três anos morei no Rio de Janeiro, sua cidade natal,
Retornando com ele ao meu lado muito feliz em Maio/ 2006,
para minha Fortaleza.,..minha Terra Querida .
Vivemos juntos os mais belos anos de nossa vida.
Infelizmente no dia 24 de maio de 2008 Deus o chamou.,
Procuro entender os desígnios de nosso Pai,
para compreender e me conformar mais uma vez
o quanto me dói tanta saudade...


=Poetas =Escritores=

Peço a Deus bênçãos Divinas para todos os Poetas Anjos das Letras,
em puder conciliar cada pensamento exposto, através das palavras,
enlevando devaneios e verdades por vezes escritos ou verbais.
Paz...Muita Paz...E Paz!
E que a luz permaneça em sua mente, para continuar
Favorecendo aos apreciadores da leitura a sintonia da
Amizade, Religião e Cultura...
O Que...
Mesmo na simplicidade ,ainda é o que de melhor existe em seus corações.

! PROCURANDO POR TI !

Deslizo na superfície dos meus pensamentos
Certa... Que me afastei em mundos diferentes
Percorro os espaços entre estrelas ofuscantes,
Admiro a hegemonia dos reveses solenemente.

Olho-me; bem ao fundo avisto o filme em cantos
Lamento esconder-me para não abraçar esta dor...
Quero ardentemente desencantar a luz dos encantos,
Acariciando hoje em detalhes carinhosamente o amor.

Percebo suspensos nossos risos sobrevoando o tempo,
Negligenciamos a nós; induzindo-nos a outras direções:
Onde vivem com simplicidade almas gêmeas em paixões.

Acatamos despedidas imaturas quase alienadas em vão
Levadas aos ventos recolheram-se nas mangas da ilusão...
*Em tempo* te entregarei meu amor guardado no coração.

MaséFrota

Fortaleza - CE
Março 2007

 

LEMBRANÇAS!

Insistem no presente...
Beijos que lembram o passado...
Por certo no amanhã retornarão ...em
Amadurecidos Pensamentos .

Continuam no tempo...
Fazendo-se veloz como relâmpago...
Onde a juventude se fez brilhar com emoções...
Impregnada de recordações.

Fecham-se em paixões...
Vividas mais que ardentemente ..
Na saudade do hoje permanecerão eternamente ...
E guardadas continuarão....

Nossos Beijos...
Saborosos foram bem vividos...
Com o mesmo êxtase como antes e o depois...
Roubados... Escondidos... Calados.

Perpassadas noites...
Atualizaram não só a mente
Vivenciando um maduro adolescente,
A acordar e abraçar todo o passado existente.

Chamas do Amor...
Reavivando à tona...
Ressurgiram no presente,
Com amor e paixão ardente.

Coração Alado...
Hospedeiro Vip do Amor...
Cultivou minhas paixões adornando e
Acatando cada Idade no seu Esplendor.

MaséFrota

Rio de Janeiro - RJ
Dezembro 2005

 

! RUAS DA VIDA !



Ventos errantes inquietam os pensamentos
Reviram ilusões entre sorrisos e lágrimas ...
Intercalando minuciosamente a imaginação,
Rangendo as portas entreabertas do coração.

Desertas... renunciam das eficazes fantasias...
Mudando rumos , levando consigo a esperança...
Batem de frente esquecem a brisa da primavera...
Negligenciando todos os sonhares de uma paixão.

A vida tem seu preço quando segue junto à liberdade...
Traçando destinos em idas e vindas conseqüentemente ...
A equilibrar todos os espaços em quantitativas melodias .

Um dia verei esta "rua" em total quietude ; suavemente
Retornando a silenciar ... para que seu único expectador
Seja propriamente o vento ... soprando serenamente a meu favor.

MaséFrota

Fortaleza - Ce
2007-11-18

 

 

Música: An Affair to Remember, by Emile Pandolfi

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®