José Maciel

A Arte de Amar

Palavras escritas compondo
prosa, verso, poesia,
é assim que os poetas
expressam seus sentimentos.

Falando na maioria,
do sentimento do amor,
da saudade,
dos desejos,
de anseios,
melancolia,
de amargura,
de angústia...
o amontoado de letras
que formam a poesia
também fala de alegria,
de encontros, de momentos.

Quantas vezes eu mostrei
o quanto eu já amei,
e o quanto já fui amado.
O quanto fiquei saudoso,
o quanto fui solitário.

Muitas vezes eu levei,
sem rebuscar vocabulário,
na minha maneira de ser,
os meus sonhos a quem
comigo sonhou também.

Já sonhamos juntos que
nos amamos na penumbra,
já vagamos no espaço,
deslizamos pelas nuvens,
já escalamos montanhas,
corremos na pradaria
na areia úmida da praia,
fizemos amor na varanda,
de bucólica choupana.

Nos molhamos na garoa,
naquela grama orvalhada,
nos banhamos no riacho,
em gelada cachoeira.

Comemos pipoca na praça,
vendo crianças correndo.
Quantas coisas nos fizemos,
nesse mundo tão só nosso...

Tudo isso nos foi permitido
pois, ao escrever, o poeta,
através de simples palavras,
pratica com muito prazer,
sua forma intensa de amar.

Poesia !
A Arte de Amar
através das palavras !

 

A Noite que Passou

Os olhos pesam,
o corpo todo me dói,
em estado de torpor,
tomo um banho bem esperto
querendo me recompor.

Já está amanhecendo,
o sol rompe na aurora
o sono quer me dominar,
tento manter-me desperto,
não quero dormir agora.

Para poder desfrutar,
das lembranças do momento,
de tudo o que se passou,
do quanto a gente se amou,
até que a hora chegou,
e você foi embora
me deixando extenuado.

Ainda sinto na carne
os prazeres recebidos,
tenho meus lábios doridos
pela volúpia dos beijos.

Minhas costas arranhadas,
mostram em todas as marcas,
a ânsia de seus desejos.

Mulher sensual,
meu amor, meu alimento,
para o corpo e para a alma.
Sabe como fazer
eu desejar mais e mais,
seu carinho tão gostoso.
Seu abraço carinhoso,
e seu toque provocante,
têm encanto e magia.

Quando me beija, então,
lábios macios, molhados,
intercala o suave,
com o desejo voraz,
mostrando a todo momento,
do que pode ser capaz.

Por isso tudo eu quero,
ficar o dia acordado,
lembrando que esta noite,
eu fui desejado, tomado,
por instantes sexuais,
que me deixaram feliz,
pelo prazer recebido.

Que noite !
Mal dormida...
Bem amada !!!

 

Amor  Gostoso

Para mim,
o amor gostoso
é aquele inesperado.
Sem hora, nem lugar marcado.

O amor gostoso, é o espontâneo,
que acontece, de repente,
nos lugares mais inusitados.

Como estar sentado na sala,
vendo programa predileto,
com seu amor ao lado.
Uma frase marcante
ou uma cena mais picante
e a vontade lhe cresce.

Ali mesmo começa,
sem vergonha, nem pudor,
os meus toques provocantes.

Um amasso nos seios,
as mãos percorrem os braços
e chegam às suas pernas,
provocando nela
aquela frase já habitual,
dita com muito carinho:
- Você está danadinho !

Aí..., bem, aííí... !

Vou buscar, como desculpa,
um café ou um copo d'água,
onde ela está preparando
saborosa refeição.

Chego bem sorrateiro,
dou-lhe um beijo nas costas,
um esfregar de barba no pescoço,
e depois do beijo na orelha,
suas pernas e seus braços,
ficam logo arrepiados,
e ela lança uma ameaça :
- Olha que vou pegar você !

Continuo o carinho,
com toques pelo seu corpo.
Ela estonteia, balança,
nem sabe onde está,
nem o que estava fazendo.

No fogão, ao nosso lado,
as panelas estão fervendo,
que nem os nossos desejos.
Desligo tudo, mas nós,
continuamos acesos...

Aí... bem, aííí... !

Ela está na janela,
apreciando o entardecer,
beijo sua nuca, assim...
Pego seus braços, suave,
e a puxo para mim.

O que eu faço ali,
sem ter medo que nos vejam,
provoca gritos contidos,
faz-lhe ver mil estrelas
sem mesmo olhar para o céu.

Aí... bem, aííí... !

À noite, já madrugada,
ela na cama dormindo,
chego bem silencioso,
e me deito devagar,
me aconchego ao seu lado,
e começo a lhe tocar...

Ela geme de prazer,
e num repente se despe,
reclamando do calor.
Jogando tudo ao chão,
me abraça e me beija,
se entregando ao prazer,
de forma bem sensual.

Aí... bem, aííí !

Sabem o que é tudo isso ?
É o nosso amor gostoso,
que não tem hora marcada,
nem lugar pra se fazer.

Não é ato combinado,
nem mesmo premeditado,
acontece, e é bem mais saboroso !
Um amor que, para sempre,
com carinho será lembrado !

Não é um amor lascivo,
nem tampouco obsceno.

É o amor puro de quem ama,
com a alma, com o espírito.

É o verdadeiro amor gostoso !

 

http://www.sonhandocommaciel.com.br

 

 

Música: All The Things You Are

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®