Euna Britto de Oliveira

Em uma fazenda próxima à cidade de Itororó, Bahia, nasceu Euna Britto de Oliveira, a primeira neta de seus avós maternos, Leonina e João Torres Costa.

Aos 8 anos de idade, mudou-se, com seus pais, Eujácio Britto Farias e Nina Torres Costa Britto, para a cidade de Carlos Chagas, Minas Gerais, distanciando-se fisicamente, mas não emocionalmente, de seus avós, Leonina e João, e de seus tios Nice, Adroaldo e Marisburgo, que a cumulavam de carinho!...

Extremamente amante dos estudos, dedicada, concluiu o 2º grau em Itambacuri - MG, em Colégio interno, aproveitando suas férias escolares para se descontrair em casa, revendo seus pais e irmãos, Carlos Evandro, Humberto e Hamilton ( "Miau"), e para visitas à sua terra natal.

Em Belo Horizonte , constituiu família, interrompendo seu curso de Letras (Português e Inglês) na UFMG, para acompanhar seu amado e saudoso esposo, Dr. Henrique Soares de Oliveira, Bacharel em Direito pela UFMG, em uma viagem de estudos em que ele foi bolsista do Governo Suíço, em Genebra - Suíça, onde permaneceu com ele um ano e meio.

Sempre interessada em aprender, aproveitou a oportunidade para cursar o Séminaire de Français Moderne pour Etrangers, na Universidade de Genebra, o que lhe permitiu familiarizar-se com a Língua Francesa, falada nessa região da Suíça.

De volta ao Brasil, cursou Pedagogia, em Belo Horizonte, tendo trabalhado alguns anos no Magistério, em Escolas Públicas Estaduais de Ensino do 1º grau e Federal (CEFET) com turmas do 2º grau.

Foi bem sucedida ao prestar concurso para a Taquigrafia do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, hoje unificado com o Tribunal de Justiça.

Após 13 anos como Taquígrafa Judiciária nesse Tribunal, prestou concurso para a Taquigrafia da Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais, onde exerceu o cargo de Taquígrafa Parlamentar, até completar o seu tempo de Serviço.

Sempre gostou de escrever, o que justifica, em parte, a opção pela sua profissão.

Seus poemas começaram como desabafos íntimos... válvulas de escape diante das pressões existenciais...

Hoje, com seus 5 filhos criados: Evelyne, Júnia, Helvécio, Christiane e Leandro Henrique, desfruta do carinho de todos eles, assim como do respeito e do carinho de sua nora Lorena e de seus genros, Geraldo Tadeu e Carlos Henrique.

Procura retribuir aos netos o carinho que seus próprios avós e tios lhe proporcionaram, em sua infância...

Seus pais são saudosa memória, mas como fazem parte de sua história!!!...

Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte, 16 de maio de 2005

****

A Arte liberta!
Qualquer Arte liberta!
A autora optou pela Arte de Escrever, com a qual se identifica melhor,
a fim de transcender a realidade e continuar a vida com ânimo forte,
com a ajuda de Deus e dos Instrumentos Dele!...
A Divina Providência existe!...

Quando nasceu?
Está renascendo!...
Aniversário em 10 de novembro.
Nasceu junto com a Segunda Guerra, esta em setembro,
e Euna em novembro.
Considera-se uma Guerreira!...
Deus não criou os números, que são invenção dos homens.
Deus criou a Vida!
O importante é que esteja viva, com saúde e com o espírito jovem!
Não dá muita importância aos números...
Mesmo porque gosta mais das letras!...

Abaixo do Criador,
que lhe deu alma sensível e senso estético,
adora amar as pessoas, as letras,
as Línguas, a música das Línguas ...
O belo, as Artes, de um modo geral!
Gosta de ver desfilar paisagens da Natureza, enquanto dirige ou viaja!...
Naturalmente curiosa, gosta de espiar o mundo pela janela de um avião,
quando faz altas reflexões!...
Gosta de nadar,
e adora o mar!...
Gosta de plantas, gosta de plantar!...
Mesmo morando em Minas, seu Estado de adoção,
nunca se desligou da Bahia,
que visita pelo menos uma vez ao ano,
e onde "plantou" uma casa, em Nova Viçosa.
Deus não fez fronteiras.
Fronteiras são criação dos homens!...
Gosta de todos os Estados, porque todos são o Brasil!...
Gosta de viver!...
Gosta do planeta Terra!...
Gosta de você!

Termômetro

Palavras frouxas escapam-lhe da boca...
Sua força é pouca.
O arrastão da vida carreia a humanidade inteira
em direção a Vega...
Cada um vai até certo ponto.
Coloco a mão na testa
e a temperatura do lado de fora dos pensamentos
é morna, quebrada a frieza...
Francamente,
é tão pequena a diferença entre
um morno e um morto!
Só a pequena diferença de temperatura
faz a grande diferença!...
Respirar, movimentar-me...
Penhoradamente, agradeço.
Enquanto puder, permaneço.
Também sou de papel – fotos e relatos.
Essa minha parte poderá sobreviver-me...
O que há de mais denso do que as trevas?
Deus é Luz e me produz a cada instante!
E eu reproduzo Deus...
Será que eu disse uma blasfêmia, meu Deus?
A formosura se escora em faces tão passageiras,
que a vida, mesmo completa, deve ser quase ligeira!...

 

Réquiem para Um Exército de Bravos

Eu pensava que nada fosse pior que a Guerra.
A figura dos soldados nas trincheiras
Lutando por seu País
Sempre me impressionou!
O Cemitério de Pistoia, na Itália,
Onde foram enterrados os Pracinhas Brasileiros...
A guerra mata, e muito!

Mas quando se pensa que determinada situação é a pior,
Ainda existe algo pior!

Nosso Brasil, que antes rimava com azul-anil,
Agora rima com fuzil!

A violência declarada
Desmascarada
Escancarada
Invade os lares
Os transportes coletivos
As ruas...

O trabalho pela segurança das pessoas
Deveria ser protegido por uma total Segurança!
E não é.

O que dizer às Famílias
Que perderam seus Filhos Militares
Nessa onda de violência
Que aterroriza a Sociedade Brasileira
Como se fosse uma "Tsuname" de sombra e sangue?...
Como lavar esse pedaço ensangüentado
Da História do Brasil,
Tingido pelo sangue de seus Bravos?...
Que rosa vermelha é essa
Que muitas Mães receberam no Dias das Mães,
Em lugar do ósculo santo de seus Filhos?

Eles tinham a Missão de preservar a vida dos concidadãos
E de zelar pela Paz da Sociedade.

Certamente não morreram em vão.
Suas vidas valiam muito!
E com esse muito que suas vidas valiam
Evitaram a perda de inúmeras outras vidas civís!...

Inocentes, muitos dos melhores Filhos do Brasil
Tombaram esses dias, em São Paulo...
Semeou-se a dor de Pais perdendo Filhos
De Esposas perdendo Maridos
De Filhos perdendo o Pai
De Noivas perdendo seus Noivos
De Irmãos perdendo Irmãos
De Amigos perdendo Amigos...

No entanto, a dor tem muita força!
É na dor que se nasce!
Muito mais que a dor,
Tem força o Amor!
É no Amor que se renasce!...

Queridas Famílias Brasileiras,
Que perdestes vossos Filhos
Nessa Guerra inusitada
Que fez de São Paulo seu palco:
Vossos Filhos são vossa riqueza maior!
Eles estão com Deus!
Pertencem agora
Ao Exército dos Santos de Deus!!!...
Vivei em Paz!
Nessa Paz pela qual vossos Filhos
Deram sua preciosa Vida!
Confiai em Deus!
A Justiça que vem de cima
Não falha nunca!
Pode até tardar, mas não falha,
E vem com redobrada potência
Das Mãos do Onipotente!...

Agora, é a Dor.
Mas para sempre é e será o Amor!...
Os que se foram necessitam do nosso amor
Para com os que ficaram!
Temos de amar em dobro:
Por nós
E por eles!!!...
E nesse amor maior
Serão reconfortados
No Abraço e na Paz de Cristo!

 

Trânsito


Versos ajeitam-se em mim
como passageiros em ônibus...
Às vezes, superlotam-me!...
Nunca transito vazia...
A bem da verdade,
tenho minhas horas de garagem,
quando sossega a poesia...

 

Acontecimento

Bonito como o risco branco de um avião a jato nesse céu azul
é o risco certo desse sentimento em meu peito aberto...
É o brilho leve desse pensamento
em meu tempo breve...
É o movimento desse passo alegre
dividindo o vento...
É a lembrança desse nome bento
animando a vida...

Bonito é o acontecimento do amor!
Benza Deus!...

 

http://www.euna.com.br/

 

 

Música: By Invierno

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®