Edson L. Nascimento

Meu nome é Edson Luiz Nascimento. Nasci em 29/10/1959 na cidade de Campinas São Paulo. Sou membro da Academia Virtual de Letras Brasileiras, tendo como patrono Comendador Heraldo Lage cadeira de nº 35. Fui outorgado com vários Awards que para mim tem grande significado.

Respondi este questionário para Rosimeire's Home Page (http://br.geocities.com/rosimeire_lm/)

01-Como você se tornou um poeta ou escritor?
Tudo começou de verdade quando resolvi responder a uma pessoa que hoje a considero muito que é a Marla sobre uma poesia que me enviou que falava do amor e ai eu respondi sem formatação alguma. Respondi: Minha opinião sobre o amor... e ela disse que adorou e que queria formatar e pediu para que eu a autorizasse a enviar aos amigos e eu prontamente concordei. Hoje esta poesia esta na minha Home Page com o titulo Razão do amor... Ai resolvi eu mesmo formatar o que escrevia e comecei a enviar para o Idelmo que distribuía para sua lista com mais de 500 pessoas e começaram a chegar os elogios e a pergunta qual o endereço da sua HP? Então resolvi por brincadeira fazer uma página com ajuda de uma amiga Jéssie por ICQ e com pouco mais de um ano no ar já passa dos 14000 visitantes mesmo sem muita divulgação.
Sempre disse que não me considero poeta ou escritor, que apenas brinco com as letrinhas, que elas existem para formarem palavras que formam frases e eu apenas consigo traduzir em palavras e frases meus sentimentos.

02-Quais as dificuldades que encontrou nesta profissão?
Não tenho a poesias como profissão, a maior dificuldade é o tempo, e como todos sabem não se ganha dinheiro como poeta, pois somos considerados pessoas que vivem fora da realidade ou sonhadores, mas acreditem os que não tem esse privilegio ou a coragem de mergulhar em seu interior, pois é esta vivência fora da realidade e sonhos que nos deixam mais perto do que Nosso criador queria que fizéssemos.

03-O que é mais gratificante na arte de escrever?
Nada é mais gratificante que o reconhecimento, receber elogios e ser considerado poeta sem nunca ter estudado para tal.

04-Qual é o seu estilo literário?
Sobre a vida, a natureza e o romantismo.

05-Há algum poeta ou escritor que o influenciou?
Bom como disse tudo começou na internet e eu sempre admirei muito a Vilma Galvão, há uns quatro anos recebi um cartão virtual que foi o suficiente para entrar no Site e ler todas as poesias. Uma mais bela que a outra, acho que ela me influenciou e muito ( http://www.sonhosepoemas.com.br/ ).

06-Que conselhos você daria para quem está iniciando a carreira literária?
Bom diria para que não se preocupasse em escrever palavras difíceis e até mesmo sem significado, mas que escrevesse sempre com o coração, com a alma, mesmo que sejam coisas tristes.

07-Para escrever como vem sua inspiração? Depende do estado de espírito, da emoção do momento?
Sempre que escrevo alguma coisa sobre qualquer coisa, se não tiver inspiração, emoção e estado de espírito não vai sair nada rs...Tem que haver essa trilogia, inspiração, estado de espírito e muita emoção.

08-Qual foi o momento mais gratificante ao se tornar um poeta ou escritor?
Como disse não vivo da arte de escrever, mas os momentos gratificantes foram vários. A cada Award recebido, assinatura no meu livro de visitas e elogios que recebi que não foram poucos. Mas o que mais marcou foi a ajuda que obtive da Jéssie que incansavelmente me ajudou até altas horas, ai quando vi minha HP no ar pela primeira vez acho que foi meu primeiro momento gratificante, e também a compreensão da minha mulher querida que entendia meu desejo de terminar a HP e não se importava de dividir nosso tempo para minha realização.

09-É possível se sentir realizado como poeta ou escritor?
Depende o que se busca como realização, se for dinheiro ai terá que escrever uma bela poesia e transformar em música e fazer muito sucesso rs.... No meu caso só de responder a este questionário estou me realizando mais um pouquinho.

10-Conte uma experiência agradável e outra desagradável em sua vida como poeta ou escritor?
Agradável foram todos os momentos que já mencionei acima,desagradável diria que foram dois, um quando estava terminando a HP pois queria colocar no ar antes do meu aniversário que é dia 29/10 e no dia 24/10 por motivo de pouca experiência, depois de várias horas de trabalho, sem querer deletei tudo o que estava pronto e não teve como recuperar, ai pensei não tem problema agora já sei fazer e vou fazer melhor que a outra, e no dia 26/10/2001 ela estava no ar. Outra experiência desagradável foi quando recebi um e-mail de uma pessoa dizendo que se eu quisesse que minhas poesias fossem lidas eu teria que escrever algo mais picante com sexo, mas depois isso não me abalou, pois foi a única vez que alguém disse algo contra.


e-mail para divulgação elnpoemasepoesias@elnpoemasepoesias.com
Página www.elnpoemasepoesias.com

Sensibilidade...

Assim acordei, sensível, olhei pela janela
um dia lindo o céu azul e o sol a brilhar!
Uma sensação tomou conta do meu coração,
saudade, lembranças, invadiram meu ser...

Sai de mim viajei no tempo senti sua presença,
sonhei acordado, vi imagens como se fossem verdade,
mas em pouco tempo deparei com a realidade,
retornei e senti que estava só eu e a sensibilidade...

Reviver o passado requer sentimentos,
lembranças trazem tristezas, sentir saudades
por ter vivido momentos felizes de amor
e de esperanças que valeram a pena...

Apesar de tudo, como é bom sentir saudade,
recordar bons momentos sentir que ainda
está vivo no coração o amor que foi motivo
de tantas emoções mesmo sem ser
correspondido esse amor permanece escondido,
sentindo dores no coração que ainda é capaz de amar...

Sensibilidade é sentir a vida viva, mesmo
quando o que mais queremos é deixar de viver
para não sofrer, é poder separar do amor o
sofrimento que nos causou, e dar valor
nos momentos lindos que esse amor realizou...

 

Carícias...

Um encontro casual, sem hora marcada,
um simples oi, toca em meu ser.
Passa dias, meses e o encontro
deixa de ser casual e vem para o real...

Troca de olhares, sensações que não tem
explicações, desejos ardentes só o íntimo sente!
Seus olhos, sua boca, sua pele,
aos poucos o toque das mãos deixam
cair no chão as vestes e desnudam com
sensual emoção como se além dos corpos,
nossas mãos quisessem tocar nossas almas...

Sinto a leveza do seu corpo flutuando em
pura sensação, carícias, beijos, abraços
sentimento que não tem explicação...

Sem pressa, sem medo, apenas
o toque suave das mãos, procurando
milímetro a milímetro desvendar
os mistérios da sedução...

Entrega perfeita, eu te quero, você me deseja,
sem palavras e para que palavras
se o toque das nossas mãos
acelera a respiração e alteram
as batidas dos corações...

Porém, no descompasso da música lenta,
os movimentos aumentam!
Êxtase, volúpia, neste momento tudo
pode e é possível esquecendo o
mundo, pois ele nos pertence...

Carícias, olhares, dizem mais que mil palavras,
revela o instante em que a química do amor
se mistura nas entranhas e como uma
chama que inflama corpos se dilatam,
nossas vozes ofegantes nos garante
que o amor é o resultado
desses instantes...

 

Só mais uma vez...

Só mais uma vez... deixa eu te olhar,
deixa eu sentir o teu perfume,
a suavidade da tua pele...

Só mais uma vez... deixa eu te encontrar,
deixa eu ouvir tua voz, sentir tua
respiração, olhar em teus olhos...

Só mais uma vez... deixa eu
tentar novamente, deixa eu entender
o que realmente o teu coração sente...

Só mais uma vez... deixa eu dizer
que te amo, deixa-me um e-mail,
não te percas no tempo...

Só mais uma vez... vamos reviver
os bons momentos... relembrar que o
amor existe mesmo em pensamento...

Só mais uma vez... hoje, amanhã
e eternamente, deixa eu relembrar todos
os momentos que juntos vivemos...

 

www.elnpoemasepoesias.com
 

 

Música: Viver por Viver

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®