Angela  Stefanelli

Angela Stefanelli cursou as Faculdades de Farmácia e Bioquímica, na Universidade Federal Fluminense; Ecomomia, na Faculdade Cândido Mendes e é Bacharel em Ciências Contábeis, formada pela mesma Instituição.

É também Webmaster de seu próprio Site Amor e Sonhos e também de Espelho Poético.

Escrever nunca esteve em seus planos mas, depois de ter criado o "Cantinho da Angela", começou a gostar de escrever e não parou mais.

Nunca se julgou Poeta, pois reconhece que este título é de grande responsabilidade. Repassa a todos mensagens com as quais as pessoas possam se identificar.

Na qualidade de jurada, participou do Concurso Mural Livre, promovido pela Sociedade dos Poetas, de Cecília Nassif ; mais tarde, unindo os Sites Amor e Sonhos e Sociedade dos Poetas, participou como Organizadora do Concurso Mural da Poesia.

Meu Caminho 

Meu caminho é longo, sofrido,

e nas minhas andanças

encontrei Amores,

dores

e todas as cores do arco íris!!

Quanta beleza, quanta tristeza!!

Nesse caminho também encontrei

A traição vestida de bondade,
Acenando-me com gestos de ternura!
Acreditei, entreguei-me a paixão!

Ora caminho de flores, ora de pedras!
Tornei-me a mulher forte e confiante,
Para realizar sonhos há tanto tempo
Acalentados!

Benditas sejam as traições que
bailaram o suficiente nesse meu frágil
coração sem rumo e sem prumo...
incapaz de dizer não!

Tempos difíceis
ensinaram-me a caminhar
sozinha,
contando apenas com a
experiência adquirida a duras penas...
e com a vontade de encontrar a minha própria estrela
Onde quer que ela esteja!

 

Nossa Música

Ouço às vezes
e sinto no ar
a música que tocava
no nosso primeiro encontro.

Entre beijos e abraços,
fomos nos envolvendo
mais e mais.
Um melodioso toque mágico
invadia o ambiente naquele instante
e nos transportava
para um mundo de maravilha.
Só nosso!

Ao som da suave melodia,
começamos a sonhar juntos,
sentindo as mesmas emoções,
sentindo-nos adolescentes,
até o momento em que percebi
que apenas eu a ouvia.

Inútil seria pedir-lhe
para relembrar aqueles instantes.
Lembranças tão pequeninas,
porém tão valiosas para mim!

Tanto amor perdido!
Lembranças apagadas pelo tempo
que não volta mais...

Tanto amor,
que hoje eu me pergunto
se realmente existiu
ou se não foram
meras ilusões!

 

Armadilha 

Por estar descrente

da sinceridade e do carinho,

da simplicidade e do respeito mútuo,

decidi não mais amar

ninguém!

Ledo engano!

Como explicar tantas surpresas?!

Será o destino
a nos pregar peças?
Ou será o Amor
que de mansinho
se apossa de nossas almas?

Afinal,
eu havia jurado
não mais permitir
que este sentimento
de mim se aproximasse.
Poderia até gostar de alguém
mas
com uma condição:
jamais Amar!


As palavras
“PROIBIDA A ENTRADA DO AMOR!”
que eu havia escrito na minha “porta”,
de nada serviram,
pois você
carinhosamente
as tirou,
tentando convencer-me
de que não podemos lutar
contra nós mesmos!

E agora,
que voltei a acreditar no amor sincero
quero viver nossos momentos
intensamente
como jamais vivi
e preservar tudo o que construímos
com tanto amor!

 

http://www.amoresonhos.com/

 

 

Música: Love is

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®