Walter Pereira Pimentel

Walter Pereira Pimentel é capixaba, radicado em Vitória-ES. Sua formação universitária está voltada para as áreas de direito, econômica e financeira, campos que atuou por mais de 30 anos, inclusive como professor de ensino médio e superior. Começou a escrever poesias quando ainda estudante, mas devido ao trabalho, família e estudos, deixou a poesia em compasso de espera só retomando em 1998, quando lançou o seu primeiro livro de poesias RECOMEÇAR e logo em seguida um outro livro, também de poesias, que tem como título SEGUIR e não parou mais. Suas poesias hoje estão publicadas em diversos sites do país e em alguns do exterior.
Ler, escrever, fazer amizades, caminhar, ajudar ao próximo através de serviços voluntários, viajar, dentre outros, fazem parte do seu dia a dia.

CORCEL DA FELICIDADE

Ao partires, naquele fim de tarde
Meus olhos marejaram, tanto...tanto...
Que as águas do meu pranto
Quase me afogaram num lago de saudade

Apeei da fantasia para o chão da realidade
Não queria que partisses! Meu desejo era tão forte
Que saí atrás de ti, a galope
Montando um corcel chamado felicidade

Com as lágrimas minha vista embaçou, ficou turva
E assim te perdi na poeira da primeira curva
Sumiste para sempre da minha visão!

Hoje, galopando pelos prados da esperança
Carrego o sonho na garupa da lembrança
Tentando ver-te através dos olhos do coração!

 

LEMBRANÇAS DE UM AMOR

Voltar no tempo e, com um pouco de sorte, talvez
Ir ao parque, tirar a sorte com o mesmo realejo
Fazendo exatamente tudo como da primeira vez

Acordei hoje com esse desejo
Querendo ver nas árvores marcados, dia a dia, mês a mês,
O registro ali de nossa presença, de cada um dos nossos beijos

No centro do jardim, no mesmo canteiro
Colheria a mais bela e perfumada flor
Aquela que tivesse o jeito do teu jeito, o cheiro do teu cheiro

Assim, naquele ambiente de paz, onde tudo pra nós começou
Passaria uma tarde, uma manhã, um dia inteiro...
Pensando em ti, relembrando o nosso amor...

 

SEXO...ORGASMO...VIDA...

Corpos em contrações
Olhares...suores...
Toques...tremores...
Ah, o amor e suas manifestações!

Com ansiedade e sem pudor
O prazer se vislumbra
Meia luz, penumbra
Êxtase...delírio...amor...

Desejos saciados
Gametas liberados
Amor e vida a perpetuar

Sexo...orgasmo...vida...
Quanta beleza contida
Numa simples e sublime ação: amar!

 

Música: Si tu no estas aqui Rossana

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®