Terezinha Manczak


Tecelã, poeta, cronista e produtora cultural. Mora em Blumenau, SC, Brasil. Faz parte de várias coletâneas nacionais e é autora dos livros "Resgate da Emoção" (esgotado) e "Céu de Sagitário - Antes e Depois da Paixão". Editora do Projeto Palavras Azuis, Antologia em Prosa&Verso, já no quinto volume e da
Revista Palavras Azuis, veículo de divulgação cultural. Sócia fundadora da Sociedade Escritores de Blumenau, sendo a atual vice - presidente. Autora do Portal CEN, é vice - coordenadora do 3º Encontro de Escritores Luso-Brasileiros, Blumenau SC/ Junho de 2008. Pertence também à Rebra e é Cônsul de Poetas del Mundo/Santa Catarina.

Interiores

Realidade oclusa, o buraco da fechadura.
Alumbramento óbvio:
o olhar por entre as frestas das portas.

Adiante, o contrário da estética,
a dualidade entre a natureza humana
e a natureza morta.

Código secreto de rumores.
Universo metáfórico e à deriva.
Desdobrando-se entre indiferença
e arbítrio

Terezinha Manczak

 

de humanos e deuses

I

o sangue verte
aragens
vertigens
plasma e memória
dos tempos

timbrados papéis
calendários
vaivém dos ventos
tempestades
silêncios

carne impressa
em ventania
lentidão
ruídos e
cordames podres

ossos e hóstias
repartem o corpo
nervos estilhaços
construção
contemplação e ócio

II

inda não é hora
de acordar os deuses
cá na terra
comemos o barro dos dias
pecamos
orgásticos e pobres
caminhamos
para o nada

não sabemos prover
o vazio das lacunas
cegamos o sol
com a beleza pragmática

de maneira
inverossímel
suburbana e tática
agonizamos
sob o tédio das heranças
e a mesmice prática

III


tudo é vão, tudo é via,
por sobre os muros ,
a laje inerte das precariedades
ousamos silenciar
quando o grito é tudo
somos fracos e míopes
num país de surdos.

Terezinha Manczak
 

 

Música: Claro de Luna, de Beethoven

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®