Luiz Eduardo Caminha

 BREVE CURRÍCULO

1. Formação Profissional

Luiz Eduardo Caminha é médico, nascido em Florianópolis em 04/10/51, dia de São Francisco de Assis, colando o grau de médico, em 1976, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Fez Residência Médica em Cirurgia Geral e Colo-Proctologia no Rio de Janeiro e Pós Graduação em Londres e Wiesbaden (Ex- Alemanha Ocidental), graças à classificação que lhe valeu uma entre 10 bolsas no Concurso de Bolsas de Estudo da Enciclopédia Brittanica do Brasil, do qual fizeram parte 3 mil inscritos de todo o território nacional. Em 1982, transferiu-se para Blumenau.

2. Participação em Sociedades de Escritores

- Membro da Sociedade de Escritores de Blumenau – SEB
- Fundador do Capítulo Santa Catarina da SOBRAMES - Sociedade Brasileira de Médicos Escritores.
- Membro do Portal CEN – “Cá Estamos Nós” desde 2006
- Membro do Clube dos Escritores Piracicaba
- Membro da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores
- Ocupa no. 078 da Galeria dos Decanos do Conselho Acadêmico do Clube dos Escritores Piracicaba
- Vice-Presidente para o Brasil do Portal CEN – “Cá Estamos Nós” .

3. Atividades Literárias e de Jornalismo

Escreve desde o Primário, mas seu ser poeta aflorou em 1970 quando da aula magna proferida pelo poeta Lindolf Bell, no Curso de Artes e Comunicação da Universidade Federal de Santa Catarina, do qual era aluno. Pensava em fazer Jornalismo, mas com a transferência do Curso para Porto Alegre, desistiu e prestou novo Vestibular para Medicina. Foi Presidente da Associação Médica de Blumenau no biênio 1992/93, Secretário de Saúde de Blumenau entre 1993 e 1996, Presidente do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde de 94 a 97 e Vice-Presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde de 93 a 97.
De 1985 a 1989, editou, sozinho, o Jornal “Clarins do Vale”, impresso nas oficinas da Fundação Cultural de Blumenau. De 1989 a 1992 foi produtor e apresentador do Programa Canal Livre no Rádio, na então Rádio União AM, Rede Fronteira de Comunicação de Blumenau. Entre 1999 e 2002 produzia e apresentava o Programa Feliz Cidade, na TV Galega, desta mesma cidade. De Abril de 2000 a Agosto de 2006 produziu e apresentou o Programa Stammtisch, na mesma emissora. Foi através deste Programa que se iniciou o resgate da tradição dos “stammtische” em Blumenau e em Santa Catarina. Foi um dos articuladores e organizadores dos Encontros de Stammtisch (Strassenfest mit Stammtischtreffen).
Seu conhecimento e pesquisas sobre esta tradição germânica, motivaram-lhe lançar um Sítio na Internet denominado “Stammtisch, Confrarias e Patotas” http://www.stmt.com.br, em 23 de Dezembro de 2005. Desde Abril de 2006 este “site” situa-se no 1º. lugar entre todas as referências mundiais para o termo “stammtisch” nos principais sítios de busca do mundo (Google, Yahoo, Cadê, MSN Buscas, Bing, entre outros). De Março /2006 a Julho /2007, escreveu a “Coluna Caminha” , no Jornal Folha de Blumenau. Também escreveu a coluna “Stammtisch blatt” para o Jornal Diário do Vale e para a Revista BTVocê.
Em 11/09/2007 foi inscrito como Jornalista no Serviço de Identificação e Registro Profissional – SIRP do Ministério do Trabalho, sob nº 2966SC
Foi Coordenador Geral do III Encontro de Escritores do Portal CEN – Cá Estamos Nós, realizado entre 13 a 15 de Junho de 2008, em Blumenau, Santa Catarina.

4. Livros Publicados

Seu primeiro livro, de poesias, intitulado “Reflexos”, foi editado em 1995, pela Editora Letra Viva, de Blumenau – Santa Catarina..
Em 2007 publicou “Poemas” um “e-book” editado e publicado pelo Portal CEN – Cá Estamos Nós, de Portugal. - http://www.caestamosnos.org/Liga_Amigos_CEN/Luiz_Eduardo_Caminha/E_book.html
Em 2008 publicou o livro “Saboreando Crônicas” – Nova Letra, Gráfica e Editora - Blumenau - SC

5. Participação em Antologias

- Em 1997, Coletânea “Florilégios Poéticos” da SOBRAMES.
- Em 2005, Antologia “Um Rio de Letras II” da Sociedade Blumenauense de Escritores.
- Em 2006, Antologia “Um Rio de Letras III”da Sociedade Blumenauense de Escritores, em 2006;
- Em 2006, Antologia “Asas e Vôos” da Editora Guemanisse, Rio de Janeiro, com autores dos textos selecionados no Concurso Literário Guemanisse de Contos e Poesias.
- Em 2007, Antologia “Contos, Crônicas e Poemas” do IIo. Concurso Literário da Sociedade Blumenauense de Escritores
- Em 2007, Antologia “Encontros” do Io. Concurso Guemanisse de Crônicas e Trovas
- Em 2007, Hai-Kais em Setembro – Projeto Palavras Azuis - Nova Letra, Gráfica e Editora - Blumenau - SC
- Em 2008, Antologia do IIIo. Encontro Luso-Brasileiro de Escritores do Portal CEN

6. Participação e Prêmios em Concursos Literários

Em 2006 teve quatro de seus contos/crônicas e três poesias pré-selecionadas no II Concurso Literário Guemanisse de Contos e Poesias. Ainda neste ano teve outras duas crônicas e duas poesias pré-selecionadas no III Concurso Literário Guemanisse de Contos e Poesias.
Ainda em 2006 foi um dos autores homenageados com o troféu “Gigantes da Literatura Catarinense”
Em 2007 teve duas crônicas e duas poesias pré-selecionadas para o IV Concurso Literário Guemanisse de Contos e Poesias, além de receber MENÇÃO HONROSA por cinco (5) trovas inscritas no I Concurso Guemanisse de Crônicas e Trovas. Nesta mesma ocasião, outras 3 crônicas suas foram pré-selecionadas.
Ainda em 2007 viu classificada sua crônica “FELICIDADE” em 2º. Lugar no Concurso de Crônicas e Poesias promovido pela Sociedade Blumenauense de Escritores – SEB.

7. Participação na Internet:

Autor e editor do “Site” “Stammtisch, Confrarias e Patotas http://www.stmt.com.br
Blog Pessoal: http://www.caminhapoetando.blogspot.com
http://www.saboreandocronicas.blogspot.com
http://luizeduardocaminha.spaces.live.com/
Desde Julho de 2006 pertence ao quadro de Escritores do Portal CEN “Cá Estamos Nós” – http://www.caestamosnos.org/

8. Publicações na Internet:

8.1 - Site "Portal CEN - Cá Estamos Nós" –

8.1.1.Liga dos Amigos do Portal CEN - “Cá Estamos Nós”
http://www.caestamosnos.org/ligaamigoscen/Caminha/Luiz_Eduardo_Caminha.htm
Crônica/Poesias

8.1.2.E-book: http://www.caestamosnos.org/Liga_Amigos_CEN/Luiz_Eduardo_Caminha/E_book.html

8.3 - No Site: Stammtisch, Confrarias e Patotas:
http://www.stmt.com.br É proprietário e editor do Site

8.3.1 - Mural das Letras - http://www.stmt.com.br/mural.htm / Poesias e Haicais
8.3.2 - Das Letras Stammtisch - http://www.stmt.com.br/publicatextos.htm / Poesias
8.3.3 - Mensagem - http://www.stmt.com.br/mensagem.htm Crônicas
8.4.4 Outras páginas internas do site http://www.stmt.com.br

8.5. No Site da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores http://www.avspe.eti.br/

8.6 – Site http://www.novaliteratura.com

“verbum scriptum, veritas est...”


Elucubrações



Poesia parida
(Nos) espaços cibernéticos,
Lúdica forma
Disforme
De sonhos...
E pesadelos.

O poeta
Com(tempo)ora
Contemporâneo
Aflora!

Luiz Eduardo Caminha
Floripa, Ratones, 21.06.2009
 


Outono


As mudas já não mudam mais,
Pássaros, alheios à origem,
Já não dançam, nem acasalam,
Esperam nova Primavera.

O céu, ora azul, ora cinza,
Prenuncia o frio que virá,
Não há mais peles nuas,
Desnudas roupas já não são vestidas.

O clima, casmurro,
Convida a mente
É hora de procurar
O que vai no ínfimo íntimo.

A terra entorpece,
O tempo é dormência,
Preparo de novas safras,
Colheitas que virão.

Assim como arar a terra
É hora de ares novos,
É hora de pensar futuro
O que virá amanhã.

E... o Outono chegou!

Faz porta de entrada,
Ritual de passagem
P’ro inverno frio, sisudo,
Que também passará.

Aí... o que foi plantado,
Pensado, cismado,
Bem ou mal sinado,
Desabrochará.

Outono é época de preparo,
É hora de plantio,
P’rá garantir certeza
Colheita do amanhã.

Daí... um bom vinho,
Uma macia cama,
Uma nova paixão,
Um beijo de espera!

Luiz Eduardo Caminha.
Ratones, Floripa, 03.05.2009
 


Pensamentos Outonais



Uma folha voa,
Como se fosse passarinho,
Jeitosa vai e vem,
Sem destino,
Sem ninguém.

Meu pensamento voa,
Como se fosse passarinho,
Acanhado vai e vem,
Não chega à amada,
Nem chega a ninguém.

Vai pensamento, voa.
Voa passarinho, vem.
Como a folha vai levando,
O amor que me consome
À amada que não vem.

À amada que quiçá,
Sem saber que inexisto,
Possa um dia perceber
Uma folha, o pensamento,
Meu outono, eu também!!!

Luiz Eduardo Caminha
Floripa, Ratones, 03.05.2009
 

 

Poeta velejante



Um barco,
Uma vela (branca),
Uma aragem,
Oceano.

Lá se vai
O poeta velejante!

Um lápis,
Uma folha (em branco),
Um sopro,
Pensamento.

Lá se vai,
Velejando o poeta!

Mar,
Versos,
Folha,
Vela,
Tudo lhes assemelha!

Um remo,
Um lápis,
Pra um quase nada,
Pro outro, quase tudo!!!

Luiz Eduardo Caminha
Floripa, Ratones, 21.06.2009

 

http://www.stmt.com.br

 

 

Música: Melody in F, by Anton Rubinstein

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®