Halma Guerreira

Autobigrafia muito simples

Nome Roberto Pietro
Nick Halma Guerreira
ama a vida
ama amar
ama ser amado
ama o mundo
de bem com a vida
este sou eu Halma Guerreira.


Beijos amiga Ligia e obrigado pela oportunidade,
que ainda não estou acreditando.

Nada


Você apareceu do nada,
Do nada ficou em minha vida,
O que fazer?
Se não consigo apagar você do nada.

Sei que nada é impossível,
Sei que do nada você pode surgir,
Sei que do nada posso te amar,
Mas será que do nada você pode me amar?

Se do nada você sair,
E do nada poder me amar,
Tenha certeza,
Que te pedirei,
Não me deixe mais por nada.

Autor (h)Alma guerreira

 

Alma guerreira

Sou passageiro desta vida,
Quero deixar um poema,
Pois quero que saibam,
Que por este mundo passei.

Nome forte,
Nome guerreiro,
Desistir nunca,
Render-se jamais.

Enfrentei desafios,
Que a vida me colocou,
Não pude vencer,
Mas também não perdi.

Ganhei seqüelas,
Mas ganhei experiência,
Aprendi que amar o próximo,
Faz parte do desafio da vida.

Alma que aprendeu a amar,
Alma que aprendeu dar o amor,
Alma que aprendeu viver,
Alma que aprendeu o valor da vida.

Hoje sei e reconheço,
E jamais esquecerei,
E nunca deixarei de ser,
Um guerreiro pela vida,
O alma guerreira.

Autor Roberto Pietro
halma guerreira

 

Raça

Ao olhar a beleza dela,
O charme natural,
Olhos negros,
Lábios largos,
Sorriso aberto.

Cabelo diferente,
Pele de cor diferente,
Um olhar fundo,
De beleza fulminante.

Vejo a ginga do teu corpo,
Vejo um bailar de contorsão,
Olho a beleza da negra,
Na graça de seu andar.

Mulher forte,
De amor indomavél,
Dona de si,
Mulher negra.

Autor(H)alma guerreira


http://almaguerreira.zip.net/index.html

 

Música: Brasileirinho, by Altamiro Carrilho

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®