*"A Moça na Janela" - Pintura de Salvador Dalí*

 

A BUSCA
Ligi@Tomarchio®


Nas veredas do meu viver
procuro morada , mero abrigo
de quem busca em seu coração contido
a paisagem da alma eterna.

O caminho nem sempre é íngreme
por vezes posso soltar as amarras
deleitar-me com águas correntes
como o rolar das pedras d'um rio.

Corpo solto, alado
chego às copas de centenárias árvores
na floresta magia do querer bem
e vislumbro a planície ao longe.

Trigais ensolarados, puro ouro
riqueza de corvos famintos
instinto visceral de sobrevivência...

Ao longe, algumas moradas
do amor, da dor, da solidão...

Percorro o tempo que me resta
desnorteio a bússola da realidade
num átimo chego ao destino
certa do dever cumprido.

A determinação do meu ser
encontra a casa do saber
incrédula ainda, indago ao andarilho
quem habita tão bela estância
ao que responde sorridente:
"esta é a sua vida"!

Em êxtase, traspasso paredes translúcidas
percorro corredores intermináveis
e encontro ao final
sem portas a impedir minha pressa
uma grande abertura de muita luz.

A paz envolve minha existência
a busca não foi em vão
na casa do saber é onde está
a Janela da Vida!


 

Música: Além do Horizonte

 

 

Voltar Menu

 

Art by Ligi@Tomarchio®